O que posso fazer? » Cambará do Sul e suas atrações turísticas. Aparados da Serra, RS

Cambará do Sul e suas atrações turísticas. Aparados da Serra, RS



 

 

Nesta primeira postagem falando sobre a região de Aparados da Serra e os Cânions brasileiros, mostraremos um pouco mais da cidade de Cambará do Sul e seus atrativos.

 

Veja as outras matérias sobre a região dos Canyons brasileiros

-> Como foi nossa visita ao Cambará Eco Hotel <-

-> Cânion Fortaleza e produção orgânica de alimentos <-

->Trilha do Rio do Boi, por dentro do Canyon Itaimbezinho < –

 

 

Para os turistas que queiram visitar os Cânions Fortaleza e Itaimbezinho por cima, a melhor opção é hospedar-se em Cambará do Sul. A cidade que além de estar muito próxima a estes atrativos naturais, também atrai muitos turistas por suas baixas temperaturas no inverno, que podem passar dos -5° em algumas ocasiões.

 

 

 

Pôr do Sol em Cambará do Sul

 

Além das atrações citadas, a cidade ainda é famosa por ter um dos melhores mel do Brasil, além das medicinais árvores de Cambará e de sua árvore lunar. Além de várias opções de ecoturismo, como visita e rapel em cachoeiras, passeios de bicicleta e cavalo pela região e passeio de bote no rio Camisas.

 

Durante nossa visita a região ficamos hospedados no Cambará Eco Hotel, empreendimento que já nasceu com ações de sustentabilidade e é um exemplo para o setor. Veja mais sobre o empreendimento AQUI.

 

 

Árvore da Lua

 

E foi no hotel que conhecemos alguns dos atrativos da cidade. Lá ficamos sabendo, por exemplo, do fenômeno da geada preta em que o vapor de água que sai da terra no inicio da manhã congela em poucos segundos, fazendo com que as pedras do solo fiquem “flutuando”. E lá também nos contaram sobre a árvore “lunar” que existe em Cambará do Sul. cuja Segundo contam, sementes de árvores foram levadas para a Lua por um astronauta da Apollo 14, e lá germinadas. 

 

Na sua volta a Terra foram plantadas em diferentes regiões do mundo, e acredite se quiser, uma delas, dizem os moradores, é uma sequoia que fica em frente à praça da igreja. (Não encontramos evidencias na internet sobre a veracidade, ou não, da árvore lunar de Cambará do Sul. Veja mais em www.ibama.gov.br)

 

 

Quintais de Cambará

 

Outra opção de turismo para aqueles dias nublados, ou então de descanso entre as trilhas dos Cânions são as propriedades do projeto Quintais de Cambará.

 

O projeto, que foi desenvolvido em conjunto por empreendedores locais, pelo Ministério do Turismo e pelo Sebrae é uma Produção Associada ao Turismo, em que participam diferentes propriedades, dando opções de turismo alternativo para os visitantes.

 


Uma das opções de propriedades do projeto que pode ser visitada é a Querência Macanuda, situada ao lado do Cambará Eco Hotel. Na propriedade são feitos os produtos que levam a marca Sabores da Querência. São geleias e antepastos totalmente orgânicos e muito saborosos. O destaque fica por conta das visitas guiadas que acontecem na propriedade. Lá o turista é recebido por um dos responsáveis pela propriedade e é convidado a conhecer onde e como são plantadas as frutas que são utilizadas na produção dos produtos, além de conhecer o processo de fabricação dos mesmos.

 

Você sabia que QUERÊNCIA significa lugar onde nasceu, lugar amado.

 

A propriedade é uma opção de turismo diferente, que conscientiza adultos e crianças da importância da natureza e de se evitar o uso de agrotóxicos. Lá, muitos turistas terão a oportunidade de conhecer e experimentar frutas que, às vezes, nunca ouviram falar, como é o caso de physalis, framboesa, mirtilo e bergamota.

 

Abaixo vídeo sobre o projeto Quintais de Cambará, um alternativa ao turismo tradicional e que trás benefícios a muitas famílias da região.

 

 

 

Restaurante Galpão Costaneira

 

Outra boa opção na cidade é o restaurante Galpão Costaneira. O restaurante, construído todo em madeira e com estilo rústico, representando um típico galpão gaúcho, e todo decorado com objetos antigos é uma imersão ao estilo de vida gaúcha de antigamente. Lá, por justíssimos R$ 30,00 (jantar durante a semana) por pessoa, pode-se saborear uma refeição tipicamente campeira, servida à vontade em sua mesa, e tudo acompanhado de uma boa música gaúcha.

 

 

O restaurante ainda conta com uma lojinha que vende produtos e artesanatos locais. É uma ótima pedida para quem quiser saborear uma comida caseira muito gostosa e ainda conhecer um pouco mais sobre a cultura da região.

 

 

 

Veja aqui outras formas para tornar sua viagem mais sustentável.

 

Clique aqui para ver outras dicas simples de sustentabilidade.

 

Thiago Cagna – Consultor EcoHospedagem

 

Contribuíram com esta publicação

Revisão e edição de texto – Nathalia Pereira, Jornalista – www.nathaliapereira.com

Ir Para Topo Da Página

Deixe seu comentário também!

Comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.