Caixa Livre » Como substituir as sacolas plásticas? Saiba como fazer sacos de jornal

Como substituir as sacolas plásticas? Saiba como fazer sacos de jornal



Hoje muito se discute sobre a legitimidade e os reais benefícios de se banir o uso de sacolas plásticas em supermercados e outros estabelecimentos do país. Mas o fato é que essa é  uma mudança sem volta, capitais como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte dentre muitas outras cidades já possuem acordos ou leis que proíbem seu uso e cabe a nós consumidores, viajantes e hoteleiros adaptar-se a ela.

 

As sacolinhas no mundo.

Em muitos outros países ações semelhantes já foram tomadas muito tempo atrás.

 

Bangladesh

Em 2002, Bangladesh foi o primeiro país no mundo a proibir o uso das sacolas plásticas de polietileno, devido, principalmente, ao grande número de sacolas que entupiam os drenos (bueiros) das cidades e agravaram as grandes inundações ocorridas em 1988 e 1998.

 

Irlanda

No mesmo ano os empreendimentos Irlandeses passaram a cobrar pelas sacolas, o que diminuiu bastante seu uso. Houve uma redução de quase 95% no consumo.

 

África do Sul

Já no ano de 2003 foi a vez dos sul-africanos começarem a pagar uma taxa fixada pelo governo pelas sacolinhas, a redução foi de cerca de 45% no consumo.

 

Índia

Ainda em 2003 o primeiro estado indiano a proibir o uso de sacolas plásticas foi o estado de Himachal Pradesh com o argumento de que as sacolas agravavam as enchentes e matavam vacas por sufocamento. Outros estados indianos que criaram leis similares foram Delhi (2009), Chandigarh (2008), Mumbai, Maharashtra (2005), Sikkim, Kerala e Rajasthan (2010).

 

Estados Unidos da América

São Francisco foi a primeira cidade americana a proibir o uso de sacolas plásticas pelas redes varejistas e farmácias no ano de 2008. Abaixo algumas outras cidades que já possuem legislação sobre o assunto (essas são apenas algumas cidades).

Alasca

Arizona

Califórnia

Colorado

Connecticut

Hawaii

Indiana

Maryland

New York

Oregon

Pensilvânia

Texas

Vermont

Virginia

Estado de Washington

Washington DC

 

 

China

Em 2008 foi a vez da China legislar sobre a espessura mínima das sacolas plásticas e impor taxa nacional para que elas fossem vendidas pelos empreendimentos. Estima-se que de 2008 a 2011 foram deixadas de produzir mais de 24 bilhões de sacolinhas.

 

Espanha – Em 2011 foi imposto taxa nacional para a venda de sacolas.

 

Itália – Proibição do fornecimento de sacolas de polietileno em 2011.

 

Em países como França, Alemanha, Portugal, Hungria, Nova Zelândia e Países Baixos as redes varejistas passaram a cobrar (voluntariamente) pelas sacolas fornecidas aos consumidores.

 

Muitos outros países também possuem legislação própria para o assunto. Aqui citamos apenas alguns exemplos.

(Fonte: www.plasticbags.planetark.org)

 

interrogacao-verde

 

Você sabia? No Brasil estima-se que o uso de sacola plástica seja de 41 milhões por dia, 1,25 bilhão por mês e 15 bilhões por ano.

(Fonte: Abras)

 

 

E agora, onde armazenar meu lixo?

Tendo em vista as recentes proibições do fornecimento de sacolas plásticas no Brasil e visando sua substituição mesmo nos locais onde elas ainda não foram proibidas o Portal EcoHospedagem mostra duas formas de fazer sacolas de jornal, um material renovável e que normalmente vai para o lixo e que por isso agride menos a natureza.

 

Nas duas opções de sacolas aconselhamos o uso de duas folhas de jornal, para que assim os sacos fiquem mais resistentes podendo, inclusive, ser usados para o lixo de cozinha (lixo úmido). Mas sem exageros, tire sempre o excesso de líquido como caldos e sucos antes de jogar os produtos no lixo.

 

Para aquelas residências e empreendimentos que produzem pouco lixo e utilizavam as sacolinhas plásticas para colocar o lixo na rua para coleta a dica é passar adotar os sacos de jornal e dispensá-los em um saco de lixo grande (50 ou 100 litros) e quando este encher colocá-lo na rua para coleta. Sim, ainda teremos que usar os sacos plásticos, mas é melhor um saco de 100 litros do que 100 sacos de um litro.

 

Essa é uma mudança sem volta e cabe a nós consumidores, viajantes e hoteleiros adaptar-se a ela.

 

Lembre-se do mais importante, quem mais ganha com isso é a Natureza!

 

Saco de lixo de jornal – Mais simples (clique para aumentar)

 

Saco de lixo de jornal quadrado (clique para aumentar)

 

 

Veja outras dicas em nossas dicas da semana.

 

Conheça as ações de sustentabilidade desenvolvidas por outros empreendimentos em nosso cadastro das melhores práticas do setor.

 

Thiago Cagna – Consultor EcoHospedagem

Deixe seu comentário também!

Comentários



Uma Resposta para Como substituir as sacolas plásticas? Saiba como fazer sacos de jornal

  1. Evanilde Moreira dos Santos de Almeida diz:

    Tudo venha ajudar o meio ambiente é bem vindo.Gostei muito das sugestões!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.