O que posso fazer? » Ecoturismo na cidade de São Paulo

Ecoturismo na cidade de São Paulo



Onças, tucanos, aldeias indígenas, agricultura orgânica, turismo rural, ecoturismo, cachoeiras e florestas na cidade de São Paulo? Pode parecer impossível, mas no sul de São Paulo é possível encontrar tudo isso e mais um pouco!

 

guia-ecoturismo-e-agroecologia-no-extremo-sul-de-sao-paulo

 

“Dentro do município de São Paulo, existe um lugar de onde pode se avistar o mar. Rios de águas limpas, cachoeiras, matas preservadas. Estradas sinuosas e estreitas levam a sítios onde se cultivam alimentos e flores. Trata-se de um lugar onde ainda se vive com tranquilidade e onde o tempo parece seguir num ritmo mais lento, suficiente para desfrutar do ambiente com toda a calma necessária. Ali é possível percorrer as trilhas, maravilhar-se com o esplendor da mata, ouvir o canto dos pássaros, banhar-se em rios cristalinos, visitar recantos históricos, conhecer culturas diferentes e modos de vida singulares, e ainda levar para casa produtos orgânicos e artesanais. Tudo isso em São Paulo. Mais precisamente na região das Áreas de Proteção Ambiental (APAS)  Capivari-monos e Bororé-colônia”

Fonte: Guia Ecoturismo e Agroecologia no Extremo Sul de São Paulo

 

 

Outras matérias da série “São Paulo, uma cidade para todos os gostos”

-> Caminhada pelo centro de São Paulo <-

-> Passeio de bike pelas ciclovias de São Paulo <-

-> Avenida Paulista, decoração de Natal e feiras <-

 

A prefeitura de São Paulo, por meio da SPTuris, em parceria com a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente e com o Instituto Kairós-Ética e Atuação Responsável, lançou no mês de Agosto de 2012 o guia Ecoturismo e Agroecologia no Extremo Sul de São Paulo.

 

O guia mostra aos paulistanos que é possível fazer turismo ecológico e responsável dentro da maior metrópole na América do Sul. No extremo sul da cidade, localizam-se duas Áreas de Proteção Ambiental (APAS), a  Capivari-monos e Bororé-colônia,  com importantes ecossistemas que, juntos, representam 1/5 do território municipal. Nesses locais, o visitante se depara com uma impressionante biodiversidade, muitos quilômetros de áreas de mata atlântica intocada,  rios de água límpidas e cachoeiras, além de comunidades indígenas,  com suas tradições, culturas, crenças e histórias.

 

ponto de interrogacao verde

 

Você Sabia? As APAS são unidades de conservação de uso sustentável, que funcionam em parceria com a comunidade. Incluem áreas públicas e privadas. Diretrizes, prioridades e estratégias são definidas participativamente. Nas APAS, o uso dos recursos naturais não é proibido, mas é regulado e controlado de modo a permitir a conservação da região. As atividades mais indicadas para essas áreas de proteção são o turismo, especialmente aquele de base comunitária, e a agricultura orgânica.

 

Nas APAS os visitantes poderão ver construções e resquícios (como templos, igrejas e casas) que retomam os tempos da chegada dos imigrantes à região, principalmente alemães e japoneses. Como exemplo podemos citar a ainda em pé, e bem preservada, Capela de São Sebastião, construída em 1904, localizada na ilha do Bororé.

 

As APAS localizam-se nas subprefeituras de Capela do Socorro e Parelheiros, logo depois do bairro de Interlagos, região onde encontram-se também as represas Billings e Guarapiranga.

 

agricultura-extremo-sul-de-sao-paulo

Agricultura Orgânica em São Paulo

O Guia traz dicas de passeios que podem ser feitos na região, mostrando fotos dos pontos turísticos e animais e dando informações de onde ir, comer ou até se hospedar. Além de um mapa da região com as indicações acima.

 

 

Alguns exemplos de roteiros sugeridos:

– Roteiro mirante da Cratera de Colônia

– Cachoeira das Virgens e do Jamil

– Cicloturismo nas APAS

– Península do Bororé

– Vila ferroviária Evangelista de Souza

– Aldeia indígena guarani/Colônia paulista/Cratera de Colônia

 

 

“O guia Ecoturismo e Agroecologia no Extremo Sul de São Paulo é um trabalho de grande importância por tornar mais conhecidas e destacadas as Áreas de Proteção Ambiental, valiosas para a defesa de nossa maravilhosa Natureza. Serve também a um objetivo prático muito importante, incentiva a criação de novas APAs e ajuda na educação ambiental do povo.”

Fonte: Guia Ecoturismo e Agroecologia no Extremo Sul de São Paulo

 

 

Alguns atrativos naturais da região:

– Cachoeira do Sagui e trilhas ecológicas

– Nascente do ribeirão Bororé

– Mirante de Evangelista de Souza

– Cachoeira das Virgens

– Cachoeira do Capivari e encontro dos rios Capivari e Monos

– Represa e Barragem do Capivari

– Praia e corredeira do rio Capivari

– Lagoa do Gramado

– Mirante natural da cratera de Colônia

– Represa Billings, braços Taquacetuba e praias do Bororé

– Ninhário de garças no sítio Paiquerê

 

 

onca-parda-encontrada-na-cidade-de-sao-paulo

Onça parda encontrada na região

Atrações relacionadas a arte, cultura e espiritualidade na região:

– Asé Ylê do hozooane

– Pagode da 27

– Templo Quan-inn

– Solo Sagrado

– Imargem

– Casa do Rosário

 

 

O trabalho de turismo sustentável apoiado e desenvolvido pela prefeitura de São Paulo ainda é novo, e este guia visa, principalmente, mostrar aos paulistanos que São Paulo tem muito mais que apenas construções.

 

A região do extremo sul de São Paulo é uma região muito pobre e pouco desenvolvida e por isso a chegada até as APAS é um pouco difícil, mas nada que um prévio estudo do caminho e das atrações da região não resolva. Uma alternativa é o uso de guias turísticos que são indicados no próprio guia.

 

ponto de interrogacao verdeVocê sabia? Cerca de 40% do território do município de São Paulo, ainda está coberto por vegetação!

 

 

O passeio é uma ótima forma de mostrar para as crianças, e também para os jovens e adultos, a importância e a exuberância da natureza, além de colocá-los em contato com diferentes culturas.

 

O projeto, além de trazer benefícios aos visitantes, traz também desenvolvimento sustentável para a comunidade da região. Comunidade esta que é responsável pela preservação de uma das áreas de meio ambiente mais importantes de São Paulo, pois é ali que estão a maioria das nascentes que alimentam as represas Billings e Guarapiranga, responsáveis por cerca de 30% da água consumida na cidade.

 

Abaixo um site que também pode ajudar bastante na escolha do seu roteiro.

sites.google.com/site/mapaturisticoapacapivarimonos/home

 

 

 Guia Ecoturismo e Agroecologia no Extremo Sul de São Paulo

 

 

 

 

Veja aqui outras formas para tornar sua viagem mais sustentável.

 

Clique aqui para ver outras dicas simples de sustentabilidade.

 

Thiago Cagna – Consultor EcoHospedagem

 

Contribuíram com esta publicação

Revisão e edição de texto – Nathalia Pereira, Jornalista – www.nathaliapereira.com

 

Deixe seu comentário também!

Comentários



5 Respostas para Ecoturismo na cidade de São Paulo

  1. Beatriz diz:

    Olá!

    Não sei a data da publicação deste site, mas espero poder contribuir para a pergunta da Tamara. Entre no site Polo de Ecoturismo de São Paulo: http://www.polo.tur.br e contate os guias de lá. Eles estão aptos a mostrarem a região extremo sul de nossa cidade.

  2. Tamara diz:

    Olá Thiago

    Meu Nome é Tamara e sou estudante de Turismo. Meu trabalho de conclusão é sobre Parelheiros, meu grupo e eu estamos fazendo um roteiro com os atrativos que a região oferece e gostaríamos muito de conhecer os pontos do Nosso roteiro.

    Gostaríamos de saber se vc tem alguma indicação de um guia da região ou poderia nos acompanhar nessa visita, claro se vc conhecer o lugar.

    Esta sendo muito difícil para o grupo ter acesso a região… alguns moradores nem se quer conhece alguns lugares que queremos visitar.

    Desde já agradeço,
    Tamara

    • Tamara como vai? Muito legal o tema escolhido por vocês. Infelizmente não temos os contatos na região. A Matéria foi escrita por meio de pesquisa que fizemos na internet, não chegamos a visitar a região.

      Um abraço,

      Thiago Cagna

    • tcagna diz:

      Ola Luciano como vai? O guia não está a venda. Segundo informação retirada do site http://www.organicosbrasil.wordpress.com, foram impressos 6 mil exemplares do guia, e estes serão distribuídos gratuitamente na zona sul paulistana, em hotéis, pousadas e centros de informação turística.

      Ou você pode baixá-lo no link (www.slideshare.net/ecohospedagem/guia-ecoturismo-e-agroecologia-no-extremo-sul-de-so-paulo).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.