Melhores Práticas » Hotel sustentável é hotel adaptado para deficientes!

Hotel sustentável é hotel adaptado para deficientes!



 

 

Uma ação social muito importante para a sustentabilidade de qualquer empreendimento, principalmente os do setor de turismo, é que ele seja adaptado para receber hóspedes com necessidades especiais. Além de uma ação social é também uma ótima forma de atrair um novo público para seu empreendimento.

 

 

hotel-adaptado-cadeirante_campo_dos_sonhos - socorro - sao paulo

Cadeira de rodas adaptada – Hotel Campo dos Sonhos

Um hotel, pousada ou resort preparado para receber hóspedes com necessidades especiais, além de ter um aumento no número de hóspedes com algum tipo de deficiência, receberá também os acompanhantes, familiares e amigos destes hóspedes especiais, além de ser bem visto na sociedade e gerar muita mídia espontânea, por esta ação. No Brasil os portadores de necessidades especiais representam 14,5% da população (de acordo com o Censo de 2000).

 

Outro ponto importante é que um hotel adaptado possui facilidades que se estendem para todos os hóspedes, como quartos e banheiros maiores, trilhas e caminhos acessíveis a todos os públicos, colaboradores mais preparados, entre outros.

 

E lembre-se, quando pensar em ações para adaptar seu empreendimento à hospedes com necessidades especiais, estamos nos referindo não só a deficientes físicos mas também às pessoas com mobilidade reduzida (ainda que temporária), gestantes e idosos.

 

Abaixo trecho retirado do modelo de implantação de sustentabilidade em empreendimentos do setor hoteleiro desenvolvido pelo Portal EcoHospedagem.

 

4.7 Plano de ação para acessibilidade

 

Nas edificações de uso coletivo e prestadoras de serviços, a acessibilidade é regulamentada pela Lei Federal no 10.098, de 2000.

 

imagem de acessibilidade - turismo adaptadoA norma da ABNT NBR 9050, de 2004, estabelece que, em relação aos hotéis, pelo menos 5% do total de dormitórios com sanitário devem ser acessíveis (tendo, no mínimo, um acessível) e, ainda, recomenda que outros 10% do total de dormitórios sejam adaptáveis para a acessibilidade.

 

Para Edison Passafaro, cadeirante desde 1980 e coordenador do Comitê de Acessibilidade da Brazilian Adventure Society, “o empresário inteligente é aquele que entende que não terá custos para adaptar o local, mas, na verdade, irá investir para absorver um mercado com milhares de pessoas que podem consumir e praticar atividades de turismo de aventura, de lazer ou de ecoturismo”.

 

 

“Muitos hoteleiros interpretam a adaptação do seu meio de hospedagem como um gasto. Porém, já visitei diversos hotéis em que somente uma pequena modificação na disposição dos móveis, já resolvia um grande problema de acesso. Geralmente as adaptações são criadas para gerar facilidades às pessoas com deficiência, mas que muitas vezes agradam a todas as pessoas. Uma rampa ao invés de uma escada, com certeza também será bem mais confortável para idosos, gestantes, carrinhos de bebês, crianças, malas com rodinhas e até mesmo pessoas com mobilidades reduzidas temporárias, como um pé engessado. Um hotel fazenda do interior de São Paulo fez um grande investimento na adaptação de suas instalações e treinamento de seus funcionários, tendo como resultado um incremento de até 45% na taxa de ocupação mensal, onde as pessoas com deficiência já representam 8%. O proprietário disse que em 2007, recebia uma média de 20 pessoas com deficiência por mês, sendo que não havia aplicado nenhuma ação de marketing”

Fonte: www.turismoadaptado.wordpress.com

 

 

Alguns exemplos de ações para tonar um hotel adaptado para receber turistas com deficiências:

 

 

1        Atendimento preferencial.

Divulgação, em lugar visível, do direito de atendimento prioritário das pessoas com deficiência, com mobilidade reduzida ou idosos.

 

2        Vagas acessíveis.

Criar vagas de estacionamento próximas aos acessos de circulação de pedestres, devidamente sinalizadas, para veículos que transportem pessoas portadoras de deficiência ou com dificuldade de locomoção permanente.

 

hotel-adaptado-piscina_acessivel a cadeirantes

Adaptação Hotel Campo dos Sonhos

3        Acesso ao Empreendimento.

Criar pelo menos um acesso ao interior do hotel que não tenham qualquer tipo de barreira e obstáculos que impeçam ou dificultem a acessibilidade de pessoa portadora de deficiência ou com mobilidade reduzida.

 

4        Banheiro acessível.

Os edifícios deverão dispor de, pelo menos, um banheiro acessível, distribuindo-se seus equipamentos e acessórios de maneira que possam ser utilizados por pessoa portadora de deficiência ou com mobilidade reduzida.

 

 

6.1.1    Plano de ação para acessibilidade

 

Legislações: Leis, Decretos e Portarias

Lei nº. 10.048, de 08 de novembro de 2000 – Dá prioridade de atendimento às pessoas que específica, e dá outras providências .

Lei nº. 10.098, de 19 de dezembro de 2000 – Estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida.

Lei nº. 10.741, de 01 de outubro de 2003 – Dispõe sobre o Estatuto do Idoso.

Lei nº. 11.126, de 27 de junho de 2005 – Dispõe sobre o direito da pessoa com deficiência visual de ingressar e permanecer em ambientes de uso coletivo acompanhado de cão-guia.

Lei n.º 7.405, de 12 de novembro de 1985 – torna obrigatória a colocação do Símbolo Internacional de Acesso em todos os locais e serviços que permitam sua utilização por pessoas portadoras de deficiência e dá outras providências.

Decreto n º 5.2 9 6, de 02 de dezembro de 2004 – Regulamenta a Lei nº 10.048/2000, que dá prioridade e atendimento às pessoas e a Lei nº 10.098/2000, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida.

Decreto n º 5.904, de 21de setembro de 2006 – Regulamenta a Lei n º 11.126, de 27 de junho de 2005, que dispõe sobre o direito da pessoa com deficiência visual de ingressar e permanecer em ambientes de uso coletivo acompanhada de cão-guia e dá outras providências.

 

Normas Técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas

a) NBR 9050:2004 – Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos

d) NBR 13994:2000 – Elevadores de passageiros – elevadores para transporte de pessoa com deficiência

 

 

1        Quartos adaptados.

Cumprir a lei, que exige que 5% do total de quartos seja adaptado e ir além, com pelo menos 30% dos quartos adaptados a pessoas com deficiência.

 

2        Eventos acessíveis.

Os locais de espetáculos, conferências, aulas e outros de natureza similar deverão dispor de espaços reservados para pessoas que utilizam cadeira de rodas, e de lugares específicos para pessoas com deficiência auditiva e visual, inclusive para seu acompanhante, de acordo com a ABNT, de modo a facilitar-lhes as condições de acesso, circulação e comunicação.

 

3        Site acessível.

O empreendimento deve adaptar o seu site para todos os tipos de deficiência.

 

4        Ações adicionais.

O empreendimento deve adotar práticas adicionais de acessibilidade como, por exemplo, sistema Braille para todos os impressos do hotel, funcionários capacitados na linguagem de sinais, contratar pessoas com deficiência, entre outras.

 

 

O caso do Hotel Campo dos Sonhos, um hotel adaptado para receber todos os tipos de deficiências

certificado-de-acessibilidade-nbr-9050-campo-dos-sonhos

 

Um bom exemplo de respeito aos portadores de deficiência é o trabalho desenvolvido pelo Hotel fazenda Campo dos Sonhos, veja aqui o case do hotel. É também a prova de que investir em sustentabilidade e acessibilidade dá retorno…O hotel tem taxa de ocupação média de 70% e uma taxa de retorno de aproximadamente 20%.

 

O hotel foi um dos pioneiros na adaptação de suas instalações a deficientes físicos, contado, por exemplo, com banheiros adaptados, espaço para cão guia e telefones especiais em todos os chalés, além de piso tátil nas dependências do empreendimento, cadeiras de rodas adaptadas para uso no hotel e atividades de aventura adaptadas a pessoas com alguma deficiência física.

 

Veja aqui como foi nossa visita ao Hotel Campo dos Sonhos

 

 

Veja mais sobre este e outros hotéis sustentáveis em nosso cadastro de hotéis sustentáveis.

 

 

Tem uma boa prática? Conte para nós.

 

 

Veja outras ações para implementar em seu empreendimento

 

Uso de lâmpadas econômicas

Instale dispenser de sabonete e shampoo em seu empreendimento

Sistema de chave cartão/eletrônica

Programa de reuso de toalhas

Aplicar conceitos de arquitetura sustentável

Isolamento térmico de telhados com Tetrapack

Como funcionam e para que servem os telhados verdes

Redutor de vazão para torneiras

Testes simples para verificar se há vazamento de água

Como fazer o tratamento de resíduos em seu empreendimento

Como realizar o tratamento natural de esgoto

O que fazer com os restos de sabonete usados

Como fazer produtos de limpeza naturais?

Como instalar e os custos de um sistema de captação de água de chuva

Como fazer e para que serve um relatório de sustentabilidade

Porque ter uma política de sustentabilidade para seu empreendimento

Bomba de Calor – Aquecimento de água através do calor do ar ambiente

Faça um guia da região e incentive a comunidade e a cultura local

Várias formas de reuso de materiais

 

Por Thiago Cagna – Consultor EcoHospedagem

Deixe seu comentário também!

Comentários



Uma Resposta para Hotel sustentável é hotel adaptado para deficientes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.