O que fazemos

O que fazemos



Modelo para aplicar a sustentabilidade em empreendimentos do setor hoteleiro

 

O modelo conta com mais de 130 ações sócio-ambientais já aplicadas no setor de hospedagem ou adaptadas de outros setores.

Mais de 24 leis, cerificações e normas nacionais e internacionais aplicáveis ao setor foram estudadas para o desenvolvimento do modelo e todas as exigências e boas práticas foram analisadas e quando plausível ao mercado brasileiro foram replicadas e adaptadas no modelo.

O modelo possui 04 etapas distintas: Diagnóstico; Plano de ação inicial; Plano de ação intermediário; Plano de ação final. A duração do diagnóstico é de 15 a 45 dias e nas etapas subseqüentes o prazo varia com o número de ações a serem aplicadas pela organização.

 

modelo-ecohospedagem-agencia-jpeg

Porque implementar?

Meio Ambiente: Ajudar a proteger o meio ambiente em que o empreendimento está localizado e além de fazer bem para a empresa e para a comunidade, é garantia de vida longa ao turismo na região.

 

Apoio a comunidade local: Uma hospedagem sustentável dá atenção especial a comunidade, que em troca dá atenção especial ao empreendimento e seus hóspedes. Tenha certeza de que seus hóspedes serão muito bem tratados pela comunidade local.

 

Menores custos operacionais: Empreendimentos de hospedagem podem diminuir em até 40% seus gastos com água e energia adotando ações de consumo consciente e instalando equipamentos economizadores.

 

Exposição na mídia: As ações sócio-ambientais são grande geradoras de mídia espontânea, gerando retornos elevados através da exposição do empreendimento nos diferentes meios de comunicação.

 

Alta demanda, poder aquisitivo e lealdade dos clientes: Pesquisas da OMT mostram que:

 

  • Hotéis sustentáveis têm de 30 a 35% mais clientes
  • Ingleses e australianos gastariam até 150 US$ a mais em uma estada de 2 semanas se fosse pra ficar em um hotel sustentável

 

Segundo a consultoria TNS Sofres:

 

  • Viajantes responsáveis gastam em média US$ 104 por dia, contra US$ 76 de um turista comum

 

Incentivos especiais a empresas sustentáveis: Facilita a captação financeira com incentivos especiais à empresas sustentáveis do setor hoteleiro como BNDES PROESCO, BNDES ProCopa Turismo Hotel Eficiência Energética, BNDES ProCopa Turismo Hotel Sustentável, FIP – Meio Ambiente (Nossa Caixa), FIP – Energia (Nossa Caixa), Linha Verde (Nossa Caixa), Turismo Sustentável – Juntos faremos diferença  (Santander) entre outras.

 

Qualidade no atendimento: Colaboradores de empreendimentos com ações de sustentabilidade têm mais inspiração e motivação para trabalhar, o que aumenta sua produtividade e diminui o número de faltas e rotatividade. Além de atrair e reter os melhores funcionários.

 

Diferencial de longo prazo: Diminui os riscos à empresa, pois desenvolve um diferencial sustentável (visto que o setor no Brasil ainda está engatinhando no tema) e antecipa a empresa à futuras leis ambientais e sociais.

 

Pioneirismo: O Guia 4 rodas centificou em 2008 e 2009, 28 hotéis em todo o Brasil, já em 2010 esse número passou  para 34. Em 2011 dos 5.733 hotéis e pousadas listados pelo guia apenas 43 receberam o “selo verde”, destes apenas 06 em São Paulo.

 

 

Certificado dado aos empreendimentos que recebem a consultoria EcoHospedagem e atingem os critérios mínimos estabelecidos de sustentabilidade.

 

certificado-ecohospedagem


 

Para dúvidas referentes ao nosso trabalho ou ao modelo favor entrar em contato clicando aqui.

Ir Para Topo Da Página

Deixe seu comentário também!

Comentários