Roteiros de Turismo Sustentável em Minas Gerais

Roteiros de Turismo Sustentável em Minas Gerais




Confira outros roteiros de turismo sustentável em todos os estados do Brasil. Buscar por:

Estado ⇐                                   ⇒ Tipos de Turismo ⇐


 

 

2. Integrado Caminho Velho da Estrada Real – MG/RJ

 

75. Caminhos Reais

 

87. As Serras e Um Sexto Sentido

 

122. Circuito Cultural Praça da Liberdade e Mercado Central – Um Dia

 

123. Rota Verde – Pampulha – Meio Período – Belo Horizonte

 

124. Rota Niemeyer – Pampulha – Meio Período – Belo Horizonte

 

125. Instituto Inhotim – Brumadinho – Um Dia

 

126. Rota das Grutas Peter Lund – Circuito das Grutas – Dois Dias ou Mais – Belo Horizonte e região

 

127. Ouro Preto e Parque Estadual do Itacolomi – Dois Dias ou Mais

 

128. Rota Horizontes da Cidade – Serra do Curral e Mangabeiras – Meio Período

 

 

 

2. Integrado Caminho Velho da Estrada Real – MG/RJ

Estado(s): Minas Gerais, Rio de Janeiro. Temas: Cultural, Ecoturismo, Religioso.

mariana_minas_gerais - Turismo Sustentável em Minas Gerais

Mariana – Minas Gerais

Esse é o Roteiro que faz todo o caminho que as mercadorias e riquezas faziam no século XVII. É a famosa e charmosa Estrada Real, que vai de Ouro Preto – MG – a Paraty, no Rio de Janeiro. Com o intenso movimento, caminhos como esse se tornaram importantes para o desenvolvimento da Região Sudeste. Ao longo de suas margens nasceram vilas, arraiais e povoados que o turista não pode deixar de conhecer.

Ao percorrer essa inestimável rota, o turista visita minas de ouro, como a da Passagem, em Mariana, a maior do mundo aberta ao público, ou ainda apreciar as monumentais obras de Aleijadinho, em Congonhas. Outras belezas, como o Parque das Águas, em Caxambu, esperam pelos visitantes. Uma estrada por onde passavam, além de ouro e diamante, reis, rainhas, príncipes, princesas e toda a monarquia, com seus súditos, só poderia mesmo guardar encantos e muita beleza.

 

Destinos desse roteiro

Belo Horizonte Essa é BH, cidade de avenidas largas e arborizadas que encanta os visitantes por sua arquitetura ousada e vida cultural latente.

Ouro Preto Já em 1980 a cidade de Ouro Preto era declarada Patrimônio Cultural da Humanidade.

Tiradentes Essa pequena cidade traz aos turistas grandes atrações. Com apenas 6.5 mil habitantes, Tiradentes é uma importante cidade histórica que preserva bastante o seu patrimônio arquitetônico.

Rio de Janeiro Difícil escrever sobre o Rio de Janeiro sem ser redundante. O Rio de Janeiro continua lindo, como já disse Gilberto Gil. E tem tudo para ficar ainda mais lindo.

Paraty Cheia de atrações, Paraty é um dos destinos mais visitados do estado do Rio de Janeiro.

Mariana A cidade nasceu às margens do Ribeirão do Carmo, no final do século XVII e hoje é um Monumento Nacional. Seus principais atrativos são a Basílica da Sé e Mina da Passagem.

Congonhas Congonhas abriga a obra Profetas de Aleijadinho. Esculpidas em pedra sabão pelo mestre Aleijadinho entre 1795 e 1805, os doze profetas são obras monumentais, verdadeiro cartão-postal da região. Declarados pela UNESCO, em 1985, Patrimônio Cultural da Humanidade, as esculturas são consideradas o maior conjunto estatuário barroco do mundo e a grande obra-prima da arte colonial brasileira.

São João Del-Rey Aqui ainda se mantém a bela e curiosa tradição colonial, a linguagem dos sinos. Conhecer a Igreja de São Francisco de Assis e fazer o passeio de trem, além de conhecer os ateliês dos santeiros, carpinteiros e sineiros são opções imperdíveis no turismo da cidade.

Caxambu Caxambu (MG) localiza-se na região da Serra da Mantiqueira. A cidade concentra um dos maiores complexos hidrominerais do mundo, nomeado Parque das Águas, com 12 fontes de água mineral.

Itamonte Itamonte (MG) abriga corredeiras e cachoeiras cinematográficas, localizada bem próxima as Agulhas Negras no Parque Nacional do Itatiaia. A cidade é muito procurada para a prática do ecoturismo e esportes de aventura.

 

Ir Para Topo Da Página

 

 

75. Caminhos Reais – MG

Estado(s): Minas Gerais. Temas: Cultural, Religioso.

ouro_preto_minhas_gerais - Turismo Sustentável em Minas Gerais

Ouro Preto – Minas Gerais

O Roteiro Caminhos Reais é uma oportunidade de conhecer como vivem os mineiros e entender boa parte da história do país. Diversidade cultural e histórica, belezas naturais, negócios e gastronomia fazem parte do cotidiano dessa região. O roteiro propõe ao turista vivenciar essa pluralidade mineira, a começar pela modernidade e intensa produção cultural da capital, Belo Horizonte. Em destaque: o Centro de Arte Contemporânea Inhotim – 40 hectares de jardins e extensa coleção botânica, além de um acervo artístico de relevância internacional – e o Complexo da Pampulha, projetado por Oscar Niemeyer.

As cidades históricas de Mariana, São João Del-Rey, Ouro Preto, Tiradentes e Diamantina, também Patrimônio Cultural da Humanidade, são paradas obrigatórias para quem quer conhecer o melhor do barroco brasileiro. Ladeiras, igrejas, museus e casarios guardam a riqueza do Ciclo do Ouro. Minas Gerais é famosa também por sua culinária, e o passeio propicia a degustação da variedade de quitutes que compõem as mesas mineiras.

Para os mais aventureiros, são inúmeros os destinos que incluem grutas, cachoeiras, rios e montanhas. Destaca-se a Gruta Rei do Mato, em Sete Lagoas, que encanta pela beleza das formações calcárias. Uma viagem que transpira histórica, beleza e tradição.

 

Destinos deste roteiro

Belo Horizonte Essa é BH, cidade de avenidas largas e arborizadas que encanta os visitantes por sua arquitetura ousada e vida cultural latente.

Diamantina Estar em Diamantina é voltar no tempo. Declarada Patrimônio cultural da Humanidade pela Unesco, a cidade se desenvolveu por ser uma região muito rica em ouro e diamantes.

Ouro Preto Já em 1980 a cidade de Ouro Preto era declarada Patrimônio Cultural da Humanidade.

Tiradentes Essa pequena cidade traz aos turistas grandes atrações. Com apenas 6.5 mil habitantes, Tiradentes é uma importante cidade histórica que preserva bastante o seu patrimônio arquitetônico.

Mariana A cidade nasceu às margens do Ribeirão do Carmo, no final do século XVII e hoje é um Monumento Nacional. Seus principais atrativos são a Basílica da Sé e Mina da Passagem.

São João Del-Rey Aqui ainda se mantém a bela e curiosa tradição colonial, a linguagem dos sinos. Conhecer a Igreja de São Francisco de Assis e fazer o passeio de trem, além de conhecer os ateliês dos santeiros, carpinteiros e sineiros são opções imperdíveis no turismo da cidade.

Sete Lagoas Um dos principais atrativos de Sete Lagoas e o Circuito das Grutas, onde é possível conhecer a Gruta do Rei do Mato. Como atividades econômicas além das siderúrgicas, Sete Lagoas tem cerca de 450 indústrias, de todos os portes, nos segmentos de minerais não metálicos, metalurgia, química, têxtil e agroindústria.

 

Ir Para Topo Da Página

 

 

87. As Serras e Um Sexto Sentido – MG

Estado(s): Minas Gerais. Temas: Rural, Ecoturismo.

lagoa_da_pampulha_belo_horizonte_minas_gerais - Turismo Sustentável em Minas Gerais

Lagoa da Pampulha, Belo Horizonte – Minas Gerais

Na região central do Circuito Serras Verdes, a centenária Cambuí, às margens da Rodovia Fernão Dias, é o ponto de partida para um roteiro pelas serras capixabas. Seu mercado municipal, suas igrejas, suas casas e suas belezas naturais preservam o clima romântico das pequenas e aconchegantes cidades.

Em Gonçalves, o turista desfruta das maravilhas do Circuito das Cachoeiras, de tamanhos diferentes e beleza rara. O Vale do Sertão do Canta Galo é também um lindo local para se contemplar as pedras, cachoeiras e mirantes.

Em Camanducaia, vale a pena tomar o trenzinho rumo ao povoado de São Mateus. No mesmo circuito, o trekking pode ser a melhor pedida durante o passeio na cidade de Extrema. No Pico dos Cabritos, atividades holístico-terapêuticas também aguardam o viajante. Há ainda o charmoso distrito de Monte Verde, a 1.600 metros de altitude, muito procurado por casais que buscam romantismo. Na Fazenda Hotel Itapuá, há trilhas com corredeiras tomadas por seus moradores ilustres: os beija-flores. Sentidos, sensações, cenários e emoções aguardam o visitante nesse roteiro.

 

Destinos deste roteiro

Belo Horizonte Essa é BH, cidade de avenidas largas e arborizadas que encanta os visitantes por sua arquitetura ousada e vida cultural latente.

Extrema No Pico dos Cabritos, atividades holístico-terapêuticas aguardam o viajante e o trekking pode ser uma boa pedida na cidade.

Camanducaia Em Camanducaia vale a pena tomar o trenzinho rumo ao povoado de São Mateus e conhecer as grutas José Pereira, do morro do Selado e da pedra de São Domingos, além da bela cachoeira do Quinzinho, onde se pode pescar trutas.

Cambuí Na região central do Circuito Serras Verdes, a centenária Cambuí, às margens da Rodovia Fernão Dias, é o ponto de partida para um roteiro pelas serras mineiras. Seu mercado municipal, suas igrejas, suas casas e suas belezas naturais preservam o clima acolhedor das pequenas cidades interioranas.

Gonçalves Em Gonçalves, o turista segue a rota serrana e desfruta das maravilhas do Circuito das Cachoeiras, cada uma mais agradável do que a outra. O Vale do Sertão do Canta Galo é também um lindo local para se contemplar: pedras, cachoeiras, mirante. Quem curte se exercitar tem trilhas que podem cansar as pernas, mas jamais os olhos. Quando a fome bater, basta deliciar-se na Oficina de Geléias Exóticas.

 

Ir Para Topo Da Página

 

 

122. Circuito Cultural Praça da Liberdade e Mercado Central – Um Dia

Estado(s): Minas Gerais. Temas: Cultural.

 

mercado-municipal-belo-horizonte-minas-gerais-turismo-cultural - Turismo Sustentável em Minas Gerais

Mercado Central de Belo Horizonte

 

Circuito Cultural Praça da Liberdade é o maior conjunto integrado de cultura do Brasil. Os espaços oferecem aos visitantes a possibilidade de vivenciar um universo de conhecimentos produzidos pela humanidade ao longo de sua história. As sugestões do roteiro são verdadeiros locais de disseminação de conhecimento, descoberta de novos saberes e de reflexão. No circuito, ao todo, são onze espaços e museus em funcionamento: Arquivo Público Mineiro, Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, Centro de Arte Popular Cemig, Centro Cultural Banco do Brasil, Espaço do Conhecimento UFMG, Memorial Minas Gerais Vale, Museu das Minas e do Metal, Museu Mineiro, Palácio da Liberdade,Horizonte Sebrae – Casa da Economia Criativa, Cefar Liberdade e as atividades do Inhotim Escola, que ocorrem paralelas às obras de sua sede, além desses outros três espaços já estão em processo de implantação: A Casa Fiat de Cultura, CENA e o espaço Oi Futuro.

Outro ponto inesquecível e cheio de tradição é o Mercado Central, localizado em uma área privilegiada na região central da cidade é onde se encontram os sabores, cheiros, rimas e causos além da diversidade de ingredientes e de objetos vindos de todos os cantos de Minas. Ali, pessoas de todas as idades e classes sociais vão fazer suas compras ou tomar uma cervejinha enquanto provam os sabores da culinária local.
Uma verdadeira síntese de Minas no centro de Belo Horizonte.

 

Veja matéria completa sobre o roteiro em: Roteiros turísticos em Belo Horizonte. Circuito Cultural Praça da Liberdade e Mercado Central

 

Ir Para Topo Da Página

 

 

123. Rota Verde – Pampulha – Meio Período – Belo Horizonte

Estado(s): Minas Gerais. Temas: Ecoturismo.

 

Jardim japonês - Turismo Sustentável em Minas Gerais

Jardim japonês

 

Deslocar-se ao longo da orla da Lagoa da Pampulha é permitir-se explorar a paisagem e tudo que ela pode revelar. Área predominantemente residencial, o entorno da lagoa exibe ao visitante de um lado, um espelho d’água que parece tender à infinitude e do outro a tranqüilidade de um bairro cujo privilégio reside no traçado urbanístico entremeado pela abundante vegetação local. Este roteiro, que inclui o Parque Ecológico, o Jardim Japonês, o Aquário da Fundação Zoobotânica e o Jardim Botânico, é, com certeza, o mais verde dos roteiros da cidade, quase uma provocação, que instigará o visitante a questionar a concretude da cidade grande e do caos moderno.

 

Veja matéria completa sobre o roteiro em: Roteiros turísticos em Belo Horizonte. Rota Verde – Pampulha e Rota Niemeyer – Pampulha

 

Ir Para Topo Da Página

 

 

124. Rota Niemeyer – Pampulha – Meio Período – Belo Horizonte

Estado(s): Minas Gerais. Temas: Cultural e Religioso.

 

Igreja São Francisco de Assis - Turismo Sustentável em Minas Gerais

Igreja São Francisco de Assis

 

Ao longo de boa parte dos quase 19 km da orla da Lagoa da Pampulha estão localizados alguns dos primeiros exemplares da obra arquitetônica de Oscar Niemeyer, hoje belíssimos cartões postais da cidade. As linhas do grande arquiteto brasileiro ajudaram a construir nossa história a partir de 1940a pedido de Juscelino Kubitschek, então prefeito de Belo Horizonte.. Foi criado assim o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, marco da arquitetura moderna que inspirou a construção de Brasília. A arte na Pampulha está também representada grandes artistas como Portinari, Ceschiatti, Burle Marx, Zamoiski, José Pedrosa e Guignard.

A Pampulha foi responsável por impulsionar a implantação da arquitetura moderna em Belo Horizonte e no país. Passados pouco mais de 70 anos da inauguração do complexo arquitetônico e paisagístico, a região e seu entorno se tornaram um dos principais espaços públicos da capital dedicados ao lazer, à cultura e ao turismo. Na região estão instalados importantes equipamentos culturais como a Casa do Baile, Iate Tênis Clube, Igreja São Francisco de Assis, Casa Kubitschek e o Museu de Arte. A visita aos equipamentos citados possibilitará o conhecimento e o reconhecimento da história da Pampulha.

 

Veja matéria completa sobre o roteiro em: Roteiros turísticos em Belo Horizonte. Rota Verde – Pampulha e Rota Niemeyer – Pampulha

 

Ir Para Topo Da Página

 

 

125. Instituto Inhotim – Brumadinho – Um Dia

Estado(s): Minas Gerais. Temas: Ecoturismo e Cultural.

 

Instituto Inhotim

 

O Instituto Inhotim é uma das maiores atrações cultural e natural do país. Localizado no município de Brumadinho, a 60 km de Belo Horizonte, Inhotim combina museu de arte contemporânea e jardim botânico, e reúne um grande conjunto de obras de arte de relevância internacional. As obras podem ser visitadas a céu aberto ou em galerias, situadas em belos jardins. Assim, o visitante tem uma vivência ativa com o espaço ao percorrer jardins, paisagens de florestas e ambientes rurais, entre trilhas, montanhas e vales. Em toda a área são encontradas espécies vegetais raras, além de cinco lagos e reserva de mata preservada.
O Instituto oferece também duas opções de visitas temáticas ou facilitada pelo educador: Visita Temática Ambiental e Visita Temática Arte.

 

Veja matéria completa sobre o roteiro em: Roteiros turísticos em Minas Gerais. Circuito das Grutas e outros

 

Ir Para Topo Da Página

 

126. Rota das Grutas Peter Lund – Circuito das Grutas – Dois Dias ou Mais – Belo Horizonte e região

Estado(s): Minas Gerais. Temas: Ecoturismo e Cultural.

 

Parque Estadual do Sumidouro- Turismo Sustentável em Minas Gerais

Parque Estadual do Sumidouro

 

O Brasil tem cerca de três mil cavernas catalogadas. Dessas, duas mil estão em Minas Gerais. As grutas mineiras são um dos principais atrativos para os visitantes que buscam contato com a natureza próximo à Belo Horizonte. A região cárstica de rochas calcárias é mundialmente conhecida por sua riqueza geomorfológica. Esse reconhecimento é resultado das pesquisas do naturalista dinamarquês Peter Wilhelm Lund (1801-1880), que tornou Minas Gerais referência internacional em arqueologia, paleontologia e espeleologia. A Rota das Grutas de Peter Lund tem como atrativos principais o Museu de Ciências Naturais na PUC-MG, em Belo Horizonte e o Monumento Natural Estadual Peter Lund onde está a Gruta do Maquiné, em Cordisburgo, região central do estado. A Rota é formada ainda pelo Monumento Natural Estadual Gruta Rei do Mato, em Sete Lagoas, e o Parque Estadual do Sumidouro onde está a Gruta da Lapinha e o Museu Peter Lund, ambos em Lagoa Santa.

 

Veja matéria completa sobre o roteiro em: Roteiros turísticos em Minas Gerais. Circuito das Grutas e outros

 

Ir Para Topo Da Página

 

 

127. Ouro Preto e Parque Estadual do Itacolomi – Dois Dias ou Mais

Estado(s): Minas Gerais. Temas: Ecoturismo, Religioso e Cultural.

 

Igreja de São Francisco de Assis - Turismo Sustentável em Minas Gerais

Igreja de São Francisco de Assis

 

A Histórica Ouro Preto, conhecida como Vila Rica (1711), e que anos depois se tornaria capital da capitania de Minas Gerais. Após a proclamação da independência do Brasil, o vilarejo recebeu o título de Imperial Cidade, sendo reconhecida como Imperial Cidade de Ouro Preto. Manteve-se como capital da província e, posteriormente, do estado até 1897. Conserva grande parte de seus monumentos, sendo elevada, em 1933 foi elevada a Patrimônio Nacional, e tombada cinco anos depois. Em de 1980, durante sessão do Comitê do Patrimônio Mundial da Unesco, em Paris, foi declarada Patrimônio Cultural da Humanidade.

Sua região abriga também o Parque Estadual do Itacolomi, uma Unidade de Conservação que era ponto de referência para os antigos viajantes da Estrada Real que o chamava de “Farol dos Bandeirantes”. A palavra Itacolomi vem da língua tupi e significa “pedra menina”. Os índios viam o pico como o “filhote” da montanha ou “pedra mãe”. O Parque dispõe de Centro de Visitantes, Museu do Chá e Casa Bandeirista, além de trilhas interpretativas e atrativos naturais.

 

Veja matéria completa sobre o roteiro em: Turismo em Minas Gerais. Roteiros em Ouro Preto e Serra do Curral

 

Ir Para Topo Da Página

 

 

128. Rota Horizontes da Cidade – Serra do Curral e Mangabeiras – Meio Período

Estado(s): Minas Gerais. Temas: Ecoturismo.

 

Parque Serra do Curral - Turismo Sustentável em Minas Gerais

Parque Serra do Curral

 

Não é à toa que Belo Horizonte tem esse nome. A cidade com nome de paisagem fica entre montanhas e é emoldurada pela Serra do Curral, eleita símbolo da capital mineira. De onde se olha pode-se ter uma bela vista, seja nos mirantes, na Praça do Papa, no Parque das Mangabeiras, nas encostas das serras, há sempre um lugar para ver o pôr do sol, fazer caminhadas, trilhas e piqueniques, praticar esportes, ou simplesmente contemplar as belezas naturais à sua volta. A região apresenta formação típica do conjunto que compõe o Quadrilátero Ferrífero e está situado em uma região de transição entre a Mata Atlântica e o Cerrado. Todo o trajeto entre os atrativos que compõem o Roteiro Horizontes da Cidade pode ser realizado a pé.

 

Veja matéria completa sobre o roteiro em: Turismo em Minas Gerais. Roteiros em Ouro Preto e Serra do Curral

 

Ir Para Topo Da Página

 


Confira outros roteiros de turismo sustentável em todos os estados do Brasil. Buscar por:

Estado ⇐                                   ⇒ Tipos de Turismo ⇐


 

 

Confira opções de empreendimentos e as ações sustentáveis desenvolvidas por eles utilizando os links abaixo.

hotéis sustentáveis restaurantes sustentáveis
Meios de Hospedagem Restaurantes

 

Deixe seu comentário também!

Comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.