O que posso fazer? » Segunda parte da matéria sobre a Oktoberfest de Blumenau, Santa Catarina

Segunda parte da matéria sobre a Oktoberfest de Blumenau, Santa Catarina



 

Vila Germânica

 

A Vila Germânica. Muita musica alemã, comida típica e, claro, chope em metro!

 

Dando sequencia a primeira matéria sobre a Oktoberfest, festa Alemã que acontece todos os anos em Blumenau, vamos agora falar um pouco mais sobre a Vila Germânica, o local onde acontece a “parte fechada” da festa.

 

Veja a primeira matéria sobre a festa em Oktoberfest, muito além do chope. Tradição e cultura alemã

 

“Turismo Cultural compreende as atividades turísticas relacionadas à vivência do conjunto de elementos significativos do patrimônio histó­rico e cultural e dos eventos culturais, valorizando e promovendo os bens materiais e imateriais da cultura.”

 

Menos de 20 minutos depois, acompanhando a multidão e os carros alegóricos chegamos ao Parque Vila Germânica, um complexo com mais de 26 mil metros quadrados, espaço onde concentram-se cerca de 40 mil pessoas por dia durante os 18 dias de evento.

 

O Pavilhão conta com cinco grandes áreas, quatro delas cobertas e com palco, onde desde as 19h00min horas bandas se revezam e tocam se parar até as 05h00min da manhã, e uma grande área descoberta, que nos dias normais fica aberta ao publico e conta com restaurantes típicos e lojas de produtos locais.

 

O evento deste ano contou com algumas mudanças importantes e, que segundo a repercussão na mídia, vieram para ficar. Dentre elas, para dar mais tranquilidade para os visitantes, houve a redução na capacidade máxima do pavilhão, houve a venda de ingressos pela internet e os visitantes com roupa típica alemã, que antes tinham entrada gratuita, passaram a pagar meia entrada, além de necessitarem ter traje completo para ter tal beneficio.

 

Mudanças que foram aprovadas por quem é frequentador de carteirinha da festa e que também foram muito bem vistas por marinheiros de primeira viagem como nós.

 

 

O legal do evento é que como o espaço é muito grande, e ficam 04 bandas diferentes tocando ao mesmo tempo, o que não falta é opção para se divertir. Sem falar nas apresentações de grupos folclóricos da região, da eleição das realezas da festa e do famoso concurso do Chope em metro.

 

 

O chope em metro, que pela primeira vez este ano aconteceu com chope sem álcool, é uma competição onde os participantes (que se inscrevem durante o evento e são sorteados) competem em cima do palco para ver quem toma um metro de chope mais rapidamente e sem babar. E acredite, o “sem babar” é o complicado da história!

 

Também são varias as opções de comidas típicas alemãs. Desde os mais tradicionais salsichões e Sauerkraut, passando por marreco recheado e sanduíche de marreco, chegando Spatzle com Goulash e os “abrasileirados” hot-dog com salsicha alemã, batata recheada, entre outros.

 

 

Como dito lá no comecinho de nossa matéria, a Oktober é muito mais do que só Chope. É uma festa completa, em que os blumenauenses tentam trazer para o Brasil toda a cultura alemã, seja durante o desfile de rua com carros alegóricos, seja durante as 09 horas de festa dentro da Vila Germânica.

 

Uma festa voltada para todos os tipos de publico, visto que das 19h00min as 23h00min o pavilhão é tomado por famílias completas, com filhos e filhas pequenas, que buscam uma tradicional musica alemã, ou uma opção de refeição diferenciada do que comem no dia a dia.

 

 

Já a partir das 23h00min o publico muda, e o que era, até então, uma festa familiar torna-se uma festa para os mais jovens, com muita gente bonita e alegre, em busca de diversão e muito chope. E claro, um pouco de comida também!

 

 

Este foi o primeiro ano que participamos da festa e além de ter quebrado alguns preconceitos que eu tinha, a festa superou, e muito, minhas expectativas. Vimos ali muito mais do que só bebida, vimos cultura, tradição, organização e muita diversão, musica e comida boa!

 

Veja a primeira matéria sobre a festa em Oktoberfest, muito além do chope. Tradição e cultura alemã

 

www.oktoberfestblumenau.com.br

 

Vídeo da apresentação de dança típica alemã durante a Oktoberfest 2013

 

 

Veja aqui outras formas para tornar sua viagem mais sustentável.

 

Clique aqui para ver outras dicas simples de sustentabilidade.

 

Thiago Cagna – Consultor EcoHospedagem

 

Contribuíram com esta publicação

Revisão e edição de texto – Nathalia Pereira, Jornalista

 

Ir Para Topo Da Página

 

 

Deixe seu comentário também!

Comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.