O que posso fazer? » Dicas para tornar sua viagem mais sustentável – Parte Dois

Dicas para tornar sua viagem mais sustentável – Parte Dois



 

Reunimos todas as dicas da semana já dadas no Portal para você se tornar sua viagem mais sustentável.

 

Veja e torne-se um turista mais consciente e que traz reais benefícios para os locais que visita.

 

 

-> Veja a primeira parte da matéria com todas as dicas já dadas no Portal <-

 

 

Contrate guias locais. Enriqueça sua experiência e ajude a economia local. Procure por guias licenciados e que morem na região, eles conhecem muito mais da cultura e natureza da região do que guias de outras cidades.

 

bali-turistas-com-roupa-apropriada-para-entrar-nos-templos

Costumes e tradições locais podem ser diferentes das nossas. Pesquise que comportamento é aceitável ou não no destino que você vai visitar. Por exemplo, quando entrar em templos na Ásia use calças compridas ou saias e mantenha os ombros cobertos.

 

Dê preferência por produtos biodegradáveis. Principalmente quando estiver visitando locais de natureza intocável e com pouca infra estrutura. Neste locais, normalmente, os resíduos vão diretamente para rios, mares e lixões. Sem nenhum tratamento.

 

Nunca compre produtos ou souvenires feitos com espécies de plantas ou animais nativos ou em risco de extinção.

 

Indo viajar para o exterior? Aprenda algumas palavras na língua local. Além de ser cultura para você, você será melhor atendido pelos locais que retribuirão seu esforço em aprender sua língua.

 

Pergunte sobre as ações de sustentabilidade desenvolvidas pelo hotel, pousada ou resort em que você se hospedar. Pergunte aos funcionários sobre as condições de trabalho. A melhor forma de incentivar as boas práticas é perguntando e cobrando.

 

 

vai-viajar-de-carro-viagem-sustentavelPlaneje sua viagem antecipadamente. Procure dar carona a amigos quando possível e evite os horários de picos e as vias mais congestionadas. Além de perder seu tempo, ficar parado no trânsito gasta muito mais gasolina.

 

Respeite o meio ambiente. Nunca toque ou assuste animais. Siga sempre nas trilhas. Apoie a conservação, pagando taxas de entrada nos parques e locais protegidos.

 

Comportamento: Respeite a privacidade dos cidadãos locais. Peça permissão antes de entrar em lugares sagrados, casas ou terrenos privados.

 

Vista-se adequadamente. Informe-se sobre os costumes locais. Em alguns destinos vestir-se de forma exagerada pode ser um insulto.

 

Se for trazer presentes para uma família que lhe hospedou ou hospedará,  escolha itens que terão um impacto duradouro. Itens a serem considerados incluem livros e equipamentos esportivos. Ao trazer itens como bola de futebol ou basquete, traga também uma bomba para enchê-las. Também pense em adquirir tais itens no próprio local, para assim apoiar a economia local.

 

Leve sempre sua garrafa reutilizável (e lembre de enchê-la, sempre que possível). Assim você evitará o uso desnecessário de muitas embalagens plásticas.

 

Vai viajar de carro? Se for de carro automático prefira usar a função “cruise control“, que diminui as acelerações e freadas bruscas. Isso faz o consumo de gasolina diminuir bastante.

 

Quando for fazer trilhas, mantenha-se no traçado. Sair das trilhas demarcadas causa erosão e outros impactos na natureza.

 

Evite embalagens. Quando for viajar leve consigo seu próprio shampoo, creme e sabonete liquido. Assim você evita o uso de embalagens individuais destes produtos.

 

Separe um tempo para aprender sobre o país que você irá visitar. Aprender sobre os costumes e algumas palavras no idioma local podem lhe ajudar bastante e será muito apreciado pela população local. Isso também fará com que sua viagem torne-se mais significativa e memorável.

 

Economize água! Tome banhos curtos…A média de gasto de um hóspede é de 300 litros de água por noite. Em um hotel de luxo essa média é quase 1.800 litros!

 

Apoie organizações de turismo responsável – Dê preferência a operadores e empreendimentos que são publicamente engajados com o objetivo de tornar o turismo mais responsável.

 

 

Sempre pergunte antes de tirar fotos. Se alguém disser não, respeite e aceite sua decisão.

 

Evite o desperdício e o uso excessivo de garrafas de plástico. Em muitos países elas não são recicladas e acabam se amontoando nos lixões.

 

Ajude a economia local. Compre produtos feitos na região e consuma em restaurantes e lanchonetes locais. Evite as grandes redes. Conheça a cultura local!

 

Economize energia! Desligue o carregador do celular quando a bateria estiver cheia e desligue as luzes e aparelhos elétricos quando sair do quarto.

Ao fazer suas compras consuma artigos produzidos localmente. Prestigie o artesanato local e informe-se sobre produtos típicos que dificilmente poderão ser encontrados em outras regiões.

 

 

Antes de viajar pesquise e pergunte por opções de empresas que possuam práticas socioambientais. Utilizando os serviços destes empreendimentos você estará ajudando no fortalecimento da comunidade local e na proteção do meio ambiente.

 

Quando for viajar dê preferência para o transporte público. Caso seja necessário alugar um carro, opte por um movido a álcool, híbrido ou elétrico. Eles poluem muito menos que os veículos movidos a gasolina.

 

 

bolsa-crocodilo_animal-extincao_ecohospedagemPague um preço justo! Procure pagar um preço justo por peças de artesanato local. O que pode ser um pequeno desconto para você, pode causar muita diferença para o vendedor.

 

Não compre produtos ou alimentos feitos de animais silvestres ou em extinção.

 

Pergunte ao seu provedor de hospedagem (hotel, pousada ou similar) sobre suas práticas de sustentabilidade – Fazem compostagem? Reciclam? Tratam os funcionários de forma justa? Será que eles têm uma política ambiental?

 

 

-> Veja a primeira parte da matéria com todas as dicas já dadas no Portal <-

 

 

Thiago Cagna – Consultor EcoHospedagem

 

Deixe seu comentário também!

Comentários



2 Respostas para Dicas para tornar sua viagem mais sustentável – Parte Dois

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.