O que posso fazer? » Trilha do Rio do Boi no Cânion Itaimbezinho e café rural

Trilha do Rio do Boi no Cânion Itaimbezinho e café rural



 

Continuando com a série de matérias sobre a região de Aparados da Serra e os Cânions brasileiros, nesta última postagem contaremos como foi nossa trilha pelo interior do Cânion do Itaimbezinho, a famosa, e pesada, trilha do Rio do Boi.

 

Como dissemos em nossa última matéria sobre a região, o acesso à trilha do Rio do Boi é feito pela cidade de Praia Grande, Santa Catarina, e devido a trilha ser bem longa e cansativa, é altamente recomendado que o turista esteja hospedado em algum hotel ou pousada na cidade, pois encarar uma longa viagem de carro depois dessa trilha não será fácil.

 

 

Veja as outras matérias sobre a região dos Canyons brasileiros

-> Como foi nossa visita ao Cambará Eco Hotel <-

-> Cambará do Sul e suas atrações turísticas <-

-> Cânion Fortaleza e produção orgânica de alimentos <-

 

 

Na região de Praia Grande (parte de baixo dos Cânions), existem muitas outras alternativas de passeio, seja pelos outros Cânions da região, como a trilha das Piscinas do Cânion Malacara, trilha da Pedra Branca e Vale da Pedra Branca e ainda opções de turismo comunitário e rural, como os citados em nossa última matéria, que pode ser vista AQUI.

 

Trilha do Rio do Boi

 

A trilha inicia-se a cerca de 12 km do centro de Praia Grande e só pode ser feita com guia credenciado e mediante cadastro na entrada da trilha. É uma das trilhas mais bonitas da região, mas, é também, umas das mais cansativas, com 15 km (ida e volta) e leva de 6 a 8 horas para ser completada.

 

 

As agências da região, além de fornecerem os guias credenciados, fornecem também as caneleiras usadas para a proteção contra picadas de cobras e esbarrões nas pedras que compõem o caminho. Neste dia, nosso guia foi o Leonardo, um dos proprietários e guia, da agência Verdes Canyons, que além de ótimo guia é um fotógrafo de mão cheia! Veja mais sobre a agência no final da reportagem.

 

Nos primeiros 400 metros a trilha é feita em mata fechada, mas bem tranquila, porém, a partir daí, nos próximos 10 km, a trilha é realizada pelo leito do Rio do Boi, uma caminhada feita por cima das muitas pedras do leito do rio e que dificultam, e muito, a jornada. Sem falarmos das várias travessias realizadas pelo rio, em que os turistas têm que atravessar de mãos dadas formando uma corrente para assim conseguir se equilibrar e vencer a força do rio.

 

 

Em algumas travessias a água chega à cintura. Além das dificuldades físicas, existem também os perigos dos animais que encontramos pelo caminho. É o caso das cobras ( encontramos duas pelo caminho) e da parede das aranhas, que acredite se quiser, é uma parede em que existem centenas de aranhas, e que temos, obrigatoriamente, que passar nos apoiando!

 

Mas, apesar de todas as dificuldades e perigos, a paisagem e o contato com a natureza compensam, e muito. É uma experiência que com certeza será levada para sempre e que você, amigo turista, vai sempre lembrar que já esteve dentro de um Cânion.

 

 

Os últimos 5 km da trilha, depois que todos já estão exaustos, é mais tranquilo, feito por um caminho sem grandes dificuldades por dentro de mata fechada. Mas cabe aqui uma aviso muito importante, não esqueçam de levar repelente! A quantidade de pernilongos nesta parte final da trilha é insuportável!

 

Café Rural

 

Depois de mais de 7 horas de caminhada por entre pedras, cruzando rios, atravessando paredões cheios de aranhas, enfrentando cobras e pernilongos, enfim chegamos ao final da trilha. Mas para nossa sorte, o pessoal da agência Verdes Canyons havia reservado um fartíssimo café da tarde rural para nós. Na casa, que fica na estrada entre o Cânion e a cidade de Praia Grande, nos fartamos com deliciosas quitutes do campo!

 

 

Nossa sugestão é que você, amigo turista que gosta de trilhas e está acostumado com grandes e difíceis caminhadas, realize a trilha do Rio do Boi, que é a mais famosa trilha da região. Talvez seja mais lembrada por alguns por sua dificuldade, mas que com certeza, é lembrada pela maioria por sua beleza inigualável!

 

 

  • A agência de turismo Verdes Canynos fica em Praia Grande e é formada pelo guia Paulinho e sua esposa Adriana, e pelo guia Leonardo, amigo de infância de Paulinho. Os dois começaram atuar como guias credenciados em 2000 e fundaram, em 2009 a agência.

  • Leonardo e Paulinho eram agricultores em Praia Grande, e começaram a se envolver com o turismo ainda jovens, quando suas famílias adotaram a produção orgânica devido ao turismo.

 

 

Nós do Portal EcoHospedagem optamos pela agência devido às ações sociais que a mesma desenvolve. Como o incentivo ao turismo de base comunitária, incentivo as práticas de produção orgânica e trabalho social desenvolvido com estudantes e moradores da região. Para mais informações:

 

www.verdescanyons.com.br  ou [email protected]

 

Mais informações sobre a região: www.cambaraonline.com.br

 

 

Veja aqui outras formas para tornar sua viagem mais sustentável.

 

Clique aqui para ver outras dicas simples de sustentabilidade.

 

Thiago Cagna – Consultor EcoHospedagem

 

Contribuíram com esta publicação

Revisão e edição de texto – Nathalia Pereira, Jornalista – www.nathaliapereira.com

 

Ir Para Topo Da Página

Deixe seu comentário também!

Comentários



2 Respostas para Trilha do Rio do Boi no Cânion Itaimbezinho e café rural

  1. luis carlos soares martins diz:

    Olá….Estou a procura deste esporte/lazer e em busca do fascínio das trilhas. Tenho 58anos e participei,pela 1ª vez,da IV etapa da trilha das LARANJEIRAS-TRES COROAS dia 03/09. Encontrei minha paixão por trilhas e gostaria de participar tb das próximas trilhas que vcs organizam. É possível?
    fone:51-99856029

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.