Temas Variados » Segunda parte da matéria sobre um final de semana de turismo sustentável no interior de Santa Catarina

Segunda parte da matéria sobre um final de semana de turismo sustentável no interior de Santa Catarina



 

acolhida_santa-rosa_sc_chale-assing

Chalé Assing

 

Continuando nossa matéria sobre mais um destino de turismo rural da Acolhida na Colônia, confira a segunda parte de como foi nosso sábado e domingo em Santa Rosa de Lima, localizada a cerca de 2 horas de Florianópolis e considerada a capital brasileira da Agroecologia.

 

-> Veja a primeira parte da matéria sobre Santa Rosa de Lima <-

 

 

Jantar Rural

 

Leite tirado, voltamos para a casa da família, onde Edite, com a ajuda de sua sogra, esta quase terminando de fazer o jantar. No cardápio do dia canja de galinha, arroz, macarrão caseiro, pães e geleias caseiros, legumes, verduras e peixe frito, que havia sido pescado no dia anterior pelos turistas que estavam hospedados no chalé.

 

Família Assing

 

E depois de muito bate papo, é hora de voltarmos a pousada Doce Encanto, onde dormiríamos aquele dia.Quando chegamos, a família e mais cinco turistas, que também dormiriam por lá, estavam jantando, Luiz Roberto apressou-se para terminar e ficar na sala assistindo TV conosco.

 

Mas cansados do dia movimentado que tivemos logo fomos dormir. No dia seguinte, 08 horas da manhã o café já estava servido, e depois de um descanso na rede, seguimos para a Igreja Santa Catarina.

 

Cachoeira de interior

 

Uma pequena igrejinha que fica no meio da comunidade, e que foi restaurada pela Acolhida na Colônia para receber os cultos mensais do Padre que vem da cidade próxima, além de receber também casamentos e festas da região. Dali são menos de 5 minutos de carro para chegar ao banho de rio.

 

Um local frequentado apenas por moradores e que permite um refrescante banho de rio. Não haveria melhor passeio do que este naquele dia, afinal estava muito quente!

 

Energias recarregadas, era hora de deixar Valnério, Leda e Luiz Roberto e partir para nossos últimos destinos.

 

Valnério e Família

 

Propriedade de cultivo de mel orgânico

 

Depois de um rápido almoço no Sítio da Cristine, seguimos para a Pousada Vitória, cuidada por Dida, agricultora, cozinheira, dona de casa e apicultora. E Dida faz de tudo um pouco mesmo, pois é ela, sozinha, que cuida da plantação, criação de animais, da pousada e também de suas mais de 60 caixas de abelha.

 

EM NOSSA LOJA você pode comprar o mel orgânico produzido por Dida! Além de artesanato, alimentos orgânicos ou provenientes de produção familiar, equipamentos para reduzir o consumo de energia e água, entre muitos outros
ecohospedagem.lojaintegrada.com.br

 

Hoje a Pousada Vitória conta com dois grandes chalés, podendo hospedar mais de 12 hóspedes de uma vez. Os chalés ficam separados da casa principal e são cercados por muito verde, garantindo sossego total e contato com a natureza.

E para os mais aventureiros, ainda é possível encarar cerca de 40 minutos de trilha (ida e volta), por mata fechada para chegar a uma pequena cachoeira que existe na região.

Pousada Vitória

 

E nosso final de semana, no roteiro da Acolhida na Colônia, em Santa Rosa de Lima, chegava ao fim com um bate papo com Dida e apreciando uma gostosa melancia orgânica!

 

Para aqueles turistas que estão de passagem ou moram na região, as visitas às propriedades de Santa Rosa são uma boa opção para passar o final de semana. Um final de semana diferente, longe do barulho e movimento da cidade, um final de semana no campo, seja para descansar ou para conhecer mais de perto de onde vem as coisas que consumimos.

 

Pousada Vitória

 

Visitar estas propriedades é, além de prazeroso e educativo, a certeza de que estamos ajudando outras famílias, através da geração de renda, e também trazendo benefícios para nosso corpo e para o meio ambiente, através do consumo de alimentos exclusivamente orgânicos, sem o uso de agrotóxicos e plantados em pequenas quantidades, de modo a evitar o esgotamento do solo.

 

-> Veja a primeira parte da matéria sobre Santa Rosa de Lima <-

 

Preços Acolhida e como chegar na região

A cidade de Santa Rosa de Lima fica a cerca de 2 horas e meia de Florianópolis. O caminho é todo de estrada pavimentada (e boa) até Anitápolis, dali são cerca de 20 km (30 minutos) de estrada de terra para Santa Rosa. Nada tão complicado, e que, com certeza, merece o esforço!

 

Outra coisa muito legal dos roteiros da Acolhida é que além de serem muito justos, os valores das hospedagens, alimentação e passeios são tabelados, permitindo que você e sua família se divirtam sem medo de gastar mais do que o planejado.

 

Tabela de preços Acolhida Jan/2013

Pernoite: R$ 35,00 a R$ 45,00

Pernoite com café da manhã: R$ 45,00 a R$ 55,00

Pernoite com café da manhã + Janta: R$ 57,00 a R$ 70,00

Diária completa: R$ 72,00 a R$ 85,00

Janta: R$ 12,00 (leve) e R$ 15,00 (tipo almoço)

Café da Colônia: R$ 13,00

 

 

-> Veja mais sobre a Acolhida na Colônia <-

 

-> Veja as outras propriedades da Acolhida que já visitamos <-

 

 

Veja mais sobre como começou a Acolhida na Colônia e  Agreco

 

Thiago Cagna. Consultor EcoHospedagem.

 

Contribuíram com esta publicação

Revisão e edição de texto – Nathalia Pereira, Jornalista

 

Ir Para Topo Da Página

Deixe seu comentário também!

Comentários



2 Respostas para Segunda parte da matéria sobre um final de semana de turismo sustentável no interior de Santa Catarina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.