Temas Variados » Ecoturismo e Turismo Comunitário em Florianópolis

Ecoturismo e Turismo Comunitário em Florianópolis



 

ribeirao-da-ilha-florianopolis-por-do-sol

 

Durante o ano de 2015 o Portal EcoHospedagem realizou o projeto “Na Rota da Sustentabilidade“, projeto em que visitamos as sete regiões mais turísticas do estado de Santa Catarina em busca de opções de turismo sustentável. Confira agora um dos passeios realizado por nós durante o projeto.

 

Durante nosso segundo dia de visitas em busca de opções de turismo sustentável em Florianópolis, acompanhados pelo pessoal da Agência Eco Experiências, fizemos três passeios bem diferentes. Um projeto ambiental, uma trilha para uma pequena praia com almoço caseiro e, para fechar, uma vista panorâmica da Praia da Armação e Morro das Pedras, no Sul da Ilha.

 

Projeto lontra

 

Como sempre fazemos durante nossas viagens, para privilegiar a mão de obra local, além de contar com os conhecimentos de alguém da região, recorremos a uma agência de turismo local e que tenha foco no turismo sustentável. Quem nos acompanhou neste dia de visitas foi o pessoal da Eco Experiências, o Roddy e a Jaqueline, proprietários e guias da agência.

A agência possui um roteiro montado para o Sul da Ilha, que pode ser visto aqui, mas como já conhecíamos alguns dos locais à serem visitados e coincidir de um dos destinos não estar aberto por causa do Carnaval, fizemos algumas adaptações.

 

 “Utilizar uma agência de turismo local e que trabalhe com turismo sustentável é uma das melhores formas de trazer benefícios para o meio ambiente e para a comunidade local durante suas viagens. Uma agência que adota os preceitos da sustentabilidade, além de já possuir os contatos e conhecer os segredos da região, também prioriza passeios que trarão renda para moradores locais, disseminarão a cultura local e colocarão o turista em contato com a natureza, prejudicando-a o menos possível.

Agência de turismo sustentável é uma das melhores formas de se praticar o turismo e a sustentabilidade.”

Thiago Cagna

 

Eram quase 08h00 da manhã quando a Jaque e o Roddy, passaram para nos pegar na Pousada Green, onde estávamos hospedados, próxima a Lagoa da Conceição. De lá fomos para o Projeto Lontra, um projeto que tem sua sede próxima a entrada do Parque da Lagoa do Peri e que atua na proteção das lontras, ariranhas e outros integrantes da família Mustelidae. Mas nossa visita ao projeto, pelo trabalho desenvolvido por eles, tem uma postagem exclusiva, que pode ser vista aqui.

 

projeto-lontra-ecoexperiencias-florianopolis-santa-catarina

 

Depois de conhecer um pouco mais sobre este belo projeto, saímos em direção ao Sul da Ilha, para conhecer a Praia do Saquinho, uma das praias mais ao Sul de Florianópolis. No caminho a Jaque foi nos contanto um pouco da história da Ilha, desde sua colonização até os dias atuais.

 

Trilha praia do saquinho

 

Fomos até a Praia da Solidão, que hoje não justifica mais este nome, pois estava bem cheia quando chegamos. E é no final da praia que começa a trilha para a Praia do Saquinho. Era quase 13h00 e o sol estava tostando, mas para nossa felicidade a trilha é bem tranquila e rápida (menos de 30 minutos). Depois de uma subida íngreme no inicio, parte em mata fechada, parte no descampado beirando o morro, já alcançávamos o primeiro ponto para vista panorâmica, uma bela vista da Praia da Solidão.

Mais um pouco de caminhada leve, por um estreito caminho cimentado, construído pelos pescadores da região, e já chegamos a Praia do Saquinho. A praia, acessível apenas via trilha ou mar, é bem pouco frequentada, poucas casas no morro, não mais que 10, casas de antigos pescadores e moradores locais, fazem dali um local ideal para descanso e sossego.

 

trilha-saquinho-ecoexperiencias-florianopolis-santa-catarina

 

Chegando a praia fomos direto para o restaurante do Seu Quirino. Um restaurante de comida caseira e muitoooo boa! É o único empreendimento da praia. A refeição já está inclusa no valor do passeio (mas caso vá por conta própria o valor fica entre R$ 20,00 / R$ 25,00 por pessoa, mas é necessário agendar).

O dono do restaurante, o Seu Quirino (é claro!) mora desde sempre na praia e há mais de 17 anos recebe os turistas com um peixe da época, salada, arroz, feijão, batata e pirão. Tudo muito gostoso!

Quem prepara a comida é sua esposa, Marli, simpaticíssima, e que após terminarmos nosso almoço foi conversar um pouco conosco.

Um exemplo de que o turismo sustentável pode trazer benefícios para a comunidade local, pois o restaurante gera recursos para toda a família de Seu Quirino e de alguns de seus vizinhos, responsáveis por pescar os peixes servidos ali.

 

restaurante-quirino-ecoexperiencias-florianopolis-santa-catarina

 

Energias recarregadas fomos para a praia fazer aquilo que nossas avós sempre nos falaram para não fazer, entrar na água depois de comer, mas com o calor que estava o refresco era quase obrigatório.

A praia tem várias arvores e pedras no término da areia, o que faz com que guarda sóis praticamente não sejam necessários. E apesar da Nathalia não ter animado, não perdi tempo e cai na água.

 

praia-solidao-ecoexperiencias-florianopolis-santa-catarina

 

O mar ali não é dos melhores, é bem agitado, mas é ótimo para um breve refresco. Vinte minutinhos depois voltamos para a trilha para a Praia da Solidão e logo já estávamos indo para nossa próxima parada, o Mirante do Morro das Pedras.

 

Morro das Pedras

 

O mirante não é na verdade um destino de turismo, para fazer uma pessoa ir até lá só para vê-lo, mas é uma parada obrigatória para quem está de passagem por ali. O mirante fica no estacionamento da Casa de Retiros Vila Fátima, local que serve como retiro de sacerdotes, religiosos e religiosas jesuítas e que também oferece hospedagem para quem procura um local para fazer um retiro individual ou simplesmente descansar.

Do estacionamento do local, além da própria construção ser muito bonita, é possível se ver toda a extensão da Praia da Armação (onde antigamente as baleias eram capturadas) e parte do Morro das Pedras. Uma parada que pela facilidade de acesso vale a pena.

 

morro-das-pedras-ecoexperiencias-florianopolis-santa-catarina

 

Seguimos então nosso caminho de volta a nossa pousada. Um dia muito agradável, de diferentes passeios, e um pouco mais de história sobre a Ilha da Magia.

 

 

Comida típica no Ribeirão da Ilha

 

Como no primeiro final de semana em que visitamos Florianópolis estava na época do Carnaval, no dia em que faríamos a visita à fazenda e degustação de ostras, que faz parte do roteiro da Eco Experiências, o Ribeirão da Ilha estava fechado para o desfile do tradicional Bloco do Zé Pereira e por isso deixamos este passeio para nosso segundo final de semana na Ilha.

Era um agradável final de tarde de sábado quando nos encontramos com a Jaque e o Roddy para terminar o passeio que havíamos começado dois finais de semana antes. O encontro foi em frente a bela e restaurada igrejinha do Ribeirão da Ilha. De lá,  em menos de 5 minutos chegamos ao restaurante Empório do Mar, tocado a muitos anos pela simpática Rita.

 

Conhecendo uma fazenda de ostras

 

Como parte do roteiro, antes de degustarmos as ostras (valor também já incluído no passeio), Rita nos conta como funciona o cultivo das ostras. Ali na frente do restaurante mesmo vemos as “meninas” da Rita, nome pelo qual ela chama as ostras que cultiva, sendo uma das poucas mulheres nesse ramo.

 

restaurante-ostras-ecoexperiencias-florianopolis-santa-catarina

 

 

“Cerca de 5.000 pessoas vivem da maricultura (criação de mariscos) no Ribeirão da Ilha, bairro de Florianópolis.

A atividade ocupa quase 100 hectares das águas calmas e rasas das baías do contorno Sul da Ilha de Santa Catarina, a parte insular de Florianópolis.

Responsável por 70% da produção brasileira, Florianópolis é maior produtora de ostras do país”

 Fonte: www.uol.com.br

 

Existe todo um controle em planilhas para saber qual a idade e tamanho de cada grupo de ostras e assim saber quais tem que ser transportadas ou tiradas cada dia.

Os fazendeiros compram as matrizes (filhotes de ostras) da Universidade Federal de Santa Catarina, e de cada 10 matrizes, aproximadamente apenas uma chegará a idade adulta. Essas matrizes têm a aparência e o tamanho de um grão de areia.

Rita nos mostra num quadrinho o comparativo com o tamanho e a aparência das ostras em cada fase de sua vida, como numa linha do tempo. Além disso, nos apresenta sua fantástica invenção, a Caipirostra, que apesar de ainda não estar no cardápio, é simplesmente deliciosa. Não deixe de pedir quando for ao Empório do Mar!

 

Hora de experimentar!

 

Depois de saber como as ostras são criadas é chegada a hora de experimentá-las! E mais fresca do que isso impossível. Todos os dias são tiradas ostras da água. Algumas das várias opções são ostras à vinagrete, ostras à dore com creme de pepino, ostras ao bafo, ostras ao alho e óleo, ostras gratinadas, ostras defumadas ao molho pesto, sequência de ostras, além de outros pratos com frutos do mar.

A Nathalia, que é chata para comer, estava tensa para experimentar as ostras e optou pela gratinada. Eu, Jaque e Roddy comemos ostras ao alho e óleo, ao bafo e também as gratinadas. Todos muito saborosas, até a Nathalia gostou! Pedimos também o pastel de berbigão com pesto, outro prato tradicional e muito bom.

 

ribeirao-da-ilha-ecoexperiencias-florianopolis-santa-catarina

 

E assim finalizamos nosso passeio de turismo sustentável em Florianópolis com a Agência Eco Experiências. Uma ótima forma de conhecer um pouco mais da Ilha, indo além das belas praias que à fazem tão famosa.

 

Informações

 

Agência de Turismo Sustentável Eco Experiências

Contato: (48) 9138-0951 – www.ecoexperiencias.com.br

Passeios a partir de RS 44,00 – Roteiro Sul da Ilha R$ 98,00

 

Restaurante do Seu Quirino

Praia do Saquinho – Sul da Ilha

Contato: 48 9983-2362

 

Casa de Retiros Vila Fátima

Endereço: Rodovia SC 406 nº 2210 – Morro das Pedras – Florianópolis

Contato: 48 3237-9245 – www.casaderetiros.com.br

Alternativa de hospedagem em Florianópolis para quem busca local para estudar, descansar ou rezar.

 

Restaurante Empório do Mar

Endereço: Rodovia Baldicero Filomeno, 8720 – Ribeirão da Ilha – Florianópolis

Contato: 48 3337-5700 – www.emporiodomarsulfloripa.com.br

 

Por Thiago Cagna

 

 

 

Ir Para Topo Da Página

Deixe seu comentário também!

Comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.