Temas Variados » Ilha de Porto Belo – Uma ilha de aventuras e muito verde

Ilha de Porto Belo – Uma ilha de aventuras e muito verde



 

ilha-porto-belo-santa-catarina-ecoturismo-chegada

 

Durante o ano de 2015 o Portal EcoHospedagem realizou o projeto “Na Rota da Sustentabilidade“, projeto em que visitamos as sete regiões mais turísticas do estado de Santa Catarina em busca de opções de turismo sustentável. Confira agora um dos passeios realizado por nós durante o projeto.

 

 

 Ilha de Porto belo – Santa Catarina

 

Durante nosso final de semana de visitas a Bombinhas e Porto Belo, na região da Costa Esmeralda, fomos visitar o que talvez seja o ponto mais turístico de Porto Belo, a Ilha de Porto Belo, um recanto de lazer e preservação da natureza.

 

O domingo não estava totalmente ensolarado quando saímos de nossa hospedagem em Bombinhas em direção ao trapiche de Porto Belo. Ainda cedo, sem trânsito, foram menos de 15 minutos para chegarmos ao trapiche. É de lá que saem os barcos que fazem o transporte de passageiros até a ilha.

 

 

Chegada a Ilha de Porto Belo

 

Como recomendado pela Janaína, que administra o complexo turístico na ilha, pegamos o barco de serviço das 09h00, que é um dos primeiros a chegar à ilha. Para o turista, existem várias opções, como os barcos próprios para este translado, todos operados por pessoas da comunidade local, os passeios de Barco Pirata, que também param na ilha ou ainda opções próprias, como lanchas, jet-ski, caiaques, stand up paddle e etc.

 

ilha-porto-belo-santa-catarina-ecoturismo-praia

 

A Ilha de Porto Belo fica bem próxima ao continente, e em cinco minutinhos já estávamos desembarcando no píer. A ilha possui um limite de 1.879 pessoas por dia, limite este estabelecido para evitar que a capacidade ambiental da ilha seja extrapolada, garantindo assim sua preservação no longo prazo.

 

Logo na entrada da ilha existe um quiosque de informações, junto da entrada para a Trilha Ecológica, onde o turista obtém todas as informações sobre as atividades e funcionamento da ilha, fica sabendo, por exemplo, da trilha guiada, do Ecomuseu, dos esportes náuticos e das opções de praias e restaurantes dali.

 

 

Snorkel ao redor da ilha

 

E foi uma destas atividades que fomos fazer logo que chegamos a ilha, o mergulho de snorkel. Para os que não conhecem, o snorkel é o passeio em que colocamos máscara de mergulho e pé de pato e flutuamos (alguns mergulham) na água, para apreciar a vida marinha.

 

O sol já tinha saído, e fomos nós dois, o guia Ítalo e mais um casal, que estava visitando a região. O passeio dura cerca de 1 hora e é possível ver muitos peixes e plantas e, diz nosso guia, algumas vezes são vistos polvos e até tartarugas.

 

É um passeio muito legal, de total contato com a natureza, onde nós, seres humanos, somos apenas mais um na imensidão do mar. Vale lembrar que a região de Bombinhas e Porto Belo é considerada uma das melhores do sul do Brasil para a prática do mergulho autônomo, isto é, com o uso de cilindro, e na região existem muitas escolas para a prática do mesmo.

 

ilha-porto-belo-santa-catarina-ecoturismo-snorkel

 

Voltando a ilha depois do snorkel foi a vez da Nathalia ir na tirolesa que, como nos conta o pessoal que trabalha ali, é muito legal para as crianças pequenas, pois diferentemente das outras atividades, mesmo os mais pequeninos podem fazer. É uma tirolesa pequena, são 180 metros, mas é diversão garantida para a criançada, e a Nathalia se divertiu!

 

A ilha, na verdade, é privada, e foi adquirida pela família do atual dono em 1953. Na época a ilha era usada para plantio e vendo algumas fotos via-se que a mesma estava bastante degradada. Em 1994, os netos do antigo comprador iniciaram o projeto para transformar a ilha em um complexo turístico.

 

O que num primeiro momento parece um pouco estranho, afinal esta se tirando um local que poderia ser público, acessado por todos, para uso privado. Porém tendo em vista que o poder público não tinha interesse, naquela época, pela ilha, e vendo todo o projeto desenvolvido ali, pelo menos eu, mudei de ideia.

 

A ilha é acessível a qualquer pessoa, e não existe taxa para entrar na mesma. A empresa que administra a ilha obtém recursos explorando as atividades que ali existem, como a trilha e os esportes náuticos, os restaurantes e lanchonetes e o transporte a ilha, quando realizado por parceiros.

 

ilha-porto-belo-santa-catarina-ecoturismo-snorkel

 

E é isso que nos conta Janaína, que ela pede e informa aos responsáveis pelas embarcações e aos turistas que ligam que não tragam comida e bebida para a ilha, pois toda a estrutura da ilha, como as lixeiras, banheiros, os mais de 100 funcionários e outras benfeitorias são mantidas com estes recursos.

 

É uma forma de manter a ilha protegida, acessível a quem quiser aproveitar a praia e ainda criar mais de 100 empregos para a comunidade.

 

 

Ecomuseu

 

Depois de nossas duas atividades mais esportivas, fomos então conhecer um pouco mais da ilha, que além das praias, possui o Ecomuseu, mantido pela maior faculdade da região, a Univali e a trilha ecológica.

 

A entrada no museu é gratuita e sempre acompanhada de um guia. O museu não é grande, mas vele a visita. O Ecomuseu Univali tutela a parte terrestre da coleção do naturalista Carlos Nicolau Gofferjé.

 

São espécimes representativos da fauna catarinense e incluem taxidermias como a do Jacaré-do-papo-amarelo, feita na década de 40, cuja espécie hoje se encontra em extinção e que se encontra exposto no “Laboratório do Naturalista”.

 

São fosseis de peixes e tatus, além de partes de ossos das gigantes preguiças que viviam no estado, e também uma replica de como seria uma destas preguiças gigante.

 

ilha-porto-belo-santa-catarina-ecoturismo-ecomuseu

 

O museu tem também a reprodução do gabinete de um naturalista da primeira metade do século XX, pesquisador generalista que estuda todas as áreas das ciências naturais.

 

Trilha Ecológica

 

Outra atividade que fizemos na ilha foi a trilha ecológica, mais uma atividade mantida pelo complexo turístico e que coloca o turista em contato com a natureza. A trilha, que é sempre acompanhada de um guia, acontece com horários marcados, e durante o trajeto, muito bem cuidado e de baixa dificuldade, o turista caminha por dentro de mata bem fechada, e vai ouvindo as informações sobre o trajeto e lendas relacionadas à história de ocupação da ilha.

 

Durante a trilha é possível observar uma série de espécies de árvores, muitas delas com placas explicativas e alguns pássaros que vivem na ilha. Ah e durante o nosso passeio vimos um outro morador da ilha… um lagartão!

 

Como a ilha não possui fonte de água doce, os animais que lá vivem conseguem água nas plantas que acumulas água da chuva, como as bromélias.

 

 

Na trilha, que leva cerca de 40 minutos, o turista poderá ver um local onde existem inscrições rupestres de antigos habitantes da ilha, mirante com vista da região e refúgio ambiental, com orquidário e espaço para os animais e aves silvestres.

 

Além das atividades que fizemos, como opções de turismo sustentável existem ainda as opções de locação de caiaque e stand up paddle.

 

A visita a Ilha de Porto Belo é uma ótima opção de passeio sustentável na região, pois além da opção de praia para os que preferirem, a ilha permite grande contato do turista com a natureza, seja por meio das atividades marinhas, como snorkel ou caiaque, por exemplo, ou então por meio da trilha ecológica e Ecomuseu.

 

Com certeza a visita a ilha rende um dia cheio de atividades, tanto para adultos como para crianças.

 

 

Mais Informações

 

Funcionamento: Das 07h às 18h na alta temporada  (1º de dezembro a 31 de março). Nos outros meses do ano, a ilha fica aberta, mas os serviços ficam suspensos. Para grupos, entrar em contato antecipadamente.

Contato: (47) 3369-4146 – [email protected]

Endereço: Vários locais de embarque, ver página a seguir para mais detalhes: www.ilhadeportobelo.com.br

 

Valores das atividades

 

Locação (diária por unidade):

Cadeira – R$ 6,00

Espreguiçadeira – R$ 8,00

Guarda-sol – R$ 12,00

Guarda-volume – R$ 5,00

 

Trilha ecológica:

Guiada ou autoguiada – R$ 10,00 por pessoa

Obs.: Trilha guiada apenas na alta temporada ou com agendamento prévio em outros períodos.

 

Esportes Náuticos e de Aventura:

Caiaque – R$ 15,00/pessoa – 40min

Mergulho de snorkel – R$ 50,00/pessoa – 60min

Stand Up Paddle – R$ 40,00 – 40min

Tiroleza – R$ 20,00/descida

 

Por Thiago Cagna

 

 

 

Ir Para Topo Da Página

Deixe seu comentário também!

Comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.